Diálogo e comunicação

Os laços familiares aumentam a autoconfiança das crianças


O filósofo George Santayana disse que a família é uma das obras-primas da natureza. E é verdade que a família, em todas as suas formas (também podemos considerar a família dos nossos amigos ou dos nossos colegas), e o vínculo que se constrói com ela dia após dia é muito importante para as crianças. O apego seguro é a chave para seu desenvolvimento físico e emocional, uma vez que reforçar os laços familiares aumenta a confiança e segurança das crianças em si mesmas, entre outras coisas.

Para saber mais sobre a importância de trabalhar os laços familiares, conversamos com Silvia Álava, doutora em psicologia, que nos deu alguns conselhos sobre como fortalecer as relações familiares.

Fortes laços familiares, baseados no respeito e no amor, são os pilares da desenvolvimento físico e emocional das crianças. Portanto, devemos trabalhar e construir o vínculo com nossos filhos desde o primeiro segundo de vida. É a melhor maneira para eles sentirem que têm nosso apoio, sustento e amor para crescer e se desenvolver em liberdade.

Quando os laços familiares forem alcançados crie um anexo seguro, as crianças se sentem capazes de realizar qualquer coisa que planejem. Nosso amor por eles lhes diz que estaremos ao seu lado quando vencerem, mas também quando perderem ou quando cairem. Essa segurança fortalece sua autoestima e autoconfiança.

As crianças se sentirão mais seguras para explorar seu ambiente, para satisfazer sua curiosidade, para ter preocupações, para construir ilusões e para realizar seus sonhos e desejos.

O fortalecimento dos laços familiares em nossa casa é extremamente positivo porque também:

- Ajuda a reduzir os níveis de estresse das crianças
Quando damos abraços e carinho nas crianças, conseguimos aumentar a produção de ocitocina, também conhecida como hormônio do amor. Isso faz com que o cortisol (o hormônio do estresse) despencar. Portanto, as crianças (e também os adultos) se sentem consolados.

- A criança conhece o mundo pela afetividade
Conforme afirmado no artigo para a revista Tendencies Pedagogiques de Moya, Sierra, del Valle e Carrasco da Universidade Nacional de Educação à Distância ('Efeitos do apego seguro e do risco psicossocial nos problemas internalizados e externalizados da infância'), graças a Na interação afetiva, a criança internaliza como deve interpretar o ambiente ao seu redor e até como deve interpretar a si mesma. O pequeno conhece o mundo a partir desse vínculo afetivo que construímos, que tem claras consequências para o seu desenvolvimento emocional atual e futuro.

- Trabalhe na gestão emocional com crianças
Mas, além disso, se tivermos conseguido construir um relacionamento emocional positivo, as crianças se sentirão muito mais abertas para falar sobre como se sentem. Graças ao vínculo de segurança dos pais e à educação emocional, os filhos se sentirão mais à vontade e compartilharão conosco seus sentimentos e preocupações. Tudo isso permitirá que nós, pais, trabalhemos em seu desenvolvimento emocional.

- Quando enfrentam um problema, os filhos procuram seus pais
Quando podemos construir um relacionamento de confiança com nossos filhos, nos tornamos o apoio ao qual eles recorrerão quando surgir um problema que eles não possam resolver. Desta forma, podemos orientá-lo para encontrar a melhor solução.

- As crianças têm melhores habilidades sociais
Empatia, lealdade e amor são alguns dos valores que as crianças que crescem em apego seguro desenvolvem. Além disso, está comprovado que esses pequenos tendem a ter melhores habilidades sociais.

- Menos risco de depressão
Mesmo o referido estudo reconhece que, quando estabelecemos laços familiares sólidos, as crianças ficam mais seguras e têm menos chance de desenvolver sintomas relacionados à depressão.

Já sabemos da importância de crianças crescerem com fortes laços familiares. Mas como podemos trabalhá-los? Aqui estão algumas idéias.

- Afetividade
Beijos, carícias, abraços, olhares ... Todos esses gestos de carinho nos ajudam a fortalecer o vínculo com nossos filhos. No entanto, devemos também ter em mente que nunca podemos forçar nossos filhos a nos beijar ou abraçar. Devemos respeitar os espaços e tempos de cada um.

- Passando tempo de qualidade com as crianças
No nosso dia-a-dia, às vezes é difícil encontrar momentos de tranquilidade que possamos dedicar a estar com os nossos filhos e desfrutar da companhia uns dos outros. No entanto, esses momentos são muito importantes, pois nos ajudam a construir uma relação afetiva. Passar um tempo de qualidade com as crianças significa 'estar presente' quando estamos com elas, ou seja, vendo-as e curtindo sua companhia (sem estar ao mesmo tempo assistindo televisão ou checando o celular de vez em quando, por exemplo).

- Compartilhe jogos com crianças
O brincar desempenha um papel essencial no desenvolvimento infantil, pois faz parte do seu aprendizado diário. Mas, além disso, é um momento divertido que podemos compartilhar com nossos filhos. Jogos de tabuleiro, cartas, construção, bonecos, carros ... São muitas as possibilidades!

- Leia uma história juntos
Estabelecer o hábito de ler uma história para dormir juntos é muito positivo. Em primeiro lugar, porque somos crianças que gostam de ler, mas também porque vivemos juntos um momento de ternura e terminamos o dia da melhor maneira.

- Cozinhe em família
E se passarmos algum tempo com a família enquanto cozinhamos? É uma atividade muito divertida e, além disso, pode nos ajudar a transmitir hábitos alimentares saudáveis ​​aos mais pequenos da casa.

- Videochamadas com parentes que estão longe
Pode acontecer que tenhamos que ficar longe dos avós e outras pessoas que amamos. Pode ser por uma doença que os obriga a ficar em casa sem ter contato com outras pessoas, podem morar longe de nós, podem estar viajando muito tempo ... Como podemos fortalecer os laços familiares à distância? Com chamadas telefônicas ou, se possível, com videochamadas!

Às vezes, é tão simples quanto nos contar o que fizemos ao longo do dia para nos mantermos atualizados sobre a vida dos filhos de outras pessoas. Mas você sabia que jogos muito divertidos podem ser organizados por meio dessas reuniões familiares virtuais? Podemos brincar de mímica, de charadas, de contar piadas, de jogar batalha naval ...

Você pode ler mais artigos semelhantes a Os laços familiares aumentam a autoconfiança das crianças, na categoria Diálogo e comunicação in loco.


Vídeo: Bianaural Beat para Elevar a Autoestima e Confiança em si mesmo. (Setembro 2021).