Autismo

A idade a partir da qual o autismo pode ser diagnosticado em crianças

A idade a partir da qual o autismo pode ser diagnosticado em crianças


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Existem muitas controvérsias em torno do Transtorno do Espectro do Autismo (ASD), mas Com que idade o autismo deve ser diagnosticado em crianças? É uma das perguntas mais frequentes, embora seja, por sua vez, a que mais diverge entre os responsáveis ​​pela saúde, digamos psicólogos ou médicos formados para o efeito. Neste artigo, queremos esclarecer um pouco todas as teorias. Basicamente, a dificuldade é que seu achado não está na simplicidade de um exame de sangue ou de imagem. É necessário coletar uma série de características clínicas para se chegar a essa importante conclusão.

Até cerca de 2 a 3 anos atrás, a idade média de diagnóstico era mantida em 5 a 6 anos, alguns até sustentavam que era entre 6 a 7 anos, critério que vem mudando hoje devido à preocupação apresentada pelos pais que eles veem as características da condição em uma idade mais precoce. Isso tem favorecido muitos especialistas a encurtarem a idade média para 3 anos e poucos sustentam que 5 anos é a melhor época para fazer um diagnóstico.

Porém, já vimos que os sinais clínicos do autismo começam basicamente a se manifestar nos primeiros meses de vida (12 ou 18 meses de vida ou, ainda mais cedo, 3-6-9 meses) na grande maioria dos casos. Isso tem sido enfatizado por um número significativo de pais, mães, cuidadores, familiares e professores, que aludem ter discutido com seus pediatras, mas a resposta que obtêm deles é que 'devem esperar até que cresça'.

A idade para o diagnóstico vem diminuindo porque a cada dia há mais evidências da alta prevalência da doença, onde já 1 em 54 crianças é diagnosticado com autismo, de acordo com a cifra recém-publicada pelo CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) em março de 2020 (em 2018 era 1 para cada 59 crianças).

Outro fator, sem dúvida, são as comorbidades associadas aos TEA, ou seja, diferenças funcionais em vários sistemas, principalmente gastrointestinal, imunológico, metabólico ou neurológico. Se não forem resolvidos a tempo, eles podem distorcer o prognóstico favorável da pessoa com autismo.

Outro fator que influencia a desaceleração ou diminuição da velocidade e da idade no diagnóstico do autismo é o falta de conhecimento dos principais testes psicológicos diagnósticos para TEA onde, por exemplo, o ADOS-2 (Autism Diagnosis Observation Scale, segunda edição) pode ser aplicado a crianças a partir dos 12 meses de idade e o CARS é a partir dos 2 anos de idade.

Muitos estudos (e relatórios de pais) destacam que entre 12 e 18 meses é quando os sintomas mais fortes que alertam ou mesmo estabelecem o Transtorno do Espectro do Autismo podem surgir, então o equilíbrio está se inclinando nessas idades para enfatizar os sinais de alarmar ou concluir o diagnóstico, evidentemente denotando a diversidade de apresentação desta condição, onde alguns meninos ou meninas apresentarão comportamentos mais exacerbados do que outros.

No entanto, embora os cientistas cheguem a um acordo, existem aspectos importantes a serem considerados:

- Os profissionais de saúde precisam treinar ainda mais sobre o autismo em todos os âmbitos de apresentação, já que a tríade básica de signos como comunicação - interação social - flexibilidade e imaginação agrega a cada dia elementos dentro e fora dela.

- Não diga aos pais que eles devem 'esperar' ou o que eles notaram 'vai acontecer' sem fazer nada a respeito. Embora possa haver receio de diagnosticar, o profissional deve focar nos sinais de alerta e, se necessário, encaminhar ou encaminhar a especialistas da área para canalizar um plano de ação eficaz para enfrentar essa diferença.

- Acompanhamento do caso. No autismo, dependendo de fatores externos e do nível de funcionamento, algumas características tornam-se mais evidentes na idade escolar e na adolescência.

- Aos pais, Se você notar sinais de alerta em seus filhos, procure especialistas em autismo, mas com cuidado, pois infelizmente não há pós-graduações médicas ou psicológicas exclusivas para ASD e há, infelizmente, muitos que se aproveitam da situação. Devem ser profissionais sérios com origem na formação científica em centros e universidades reconhecidas.

Você pode ler mais artigos semelhantes a A idade a partir da qual o autismo pode ser diagnosticado em crianças, na categoria Autismo no local.


Vídeo: 10 PRIMEIROS SINAIS de AUTISMO em BEBÊS até 2 ANOS (Julho 2022).


Comentários:

  1. Telemachus

    Desculpe pela minha intrusão... Eu entendo esta pergunta. Nós discutiremos.

  2. Jordon

    Certo! Eu gosto da sua ideia. Eu proponho trazê -lo à tona para discussões gerais.

  3. Honani

    Uma boa resposta, Bravo :)

  4. Govind

    Um tópico interessante, vou participar.

  5. Jyll

    Já estou usando

  6. Aethelberht

    Acessórios de teatro saem o que é

  7. Dack

    Qualquer um pode ser

  8. O'

    E como é entender



Escreve uma mensagem