Problemas de fertilidade

O que não dizer a um casal com problemas de fertilidade


Quando um casal sonha em ser pai, mas não consegue ou está com dificuldades para fazê-lo, ocorre para ambos uma situação de grande estresse e sofrimento. Com o passar do tempo, as circunstâncias tornam-se muito mais complicadas, pois os anos têm um impacto direto na qualidade do esperma e na reserva ovariana e na qualidade dos óvulos. Ter empatia com eles é a coisa mais importante. Para evitar situações infelizes, deixamos alguns conselhos sobre comentários que não conte a um casal com problemas de fertilidade.

Nesses momentos, sentir o apoio das pessoas mais próximas é essencial. Porém, é muito importante saber expressá-lo da melhor forma possível, pois é uma situação muito delicada e qualquer comentário impróprio, mesmo que feito com a melhor das intenções, pode produzir situações verdadeiramente angustiantes para o casal.

1. Não minimize o problema
O fato de não poderem ter filhos faz com que o estado emocional do casal afete muitos aspectos de sua vida e que se dediquem a pensar nisso por mais tempo do que o normal. Por isso, é preciso dar a devida importância a ele, ao invés de fazer comentários como 'Não é um problema tão sério' ou 'Ter filhos não é grande coisa'.

2. Não insista que eles precisam se acalmar
É verdade que estar em um estado de alto estresse pode influenciar na concepção do bebê, embora não seja um fator determinante. Da mesma forma, comente e enfatize que a tranquilidade os ajudará a ter filhos com frases como 'Assim que você relaxar, você engravidará' ou 'Com certeza se você sair de férias ficará mais calma e engravidará', isso criará uma tendência maior de nervosismo, devido a esta pressão adicional. Isso pode significar que é responsabilidade da pessoa ficar nervosa e, como consequência, que a situação está além de seu controle, quando não está.

3. Evite comparações
Por exemplo, fazer comentários como 'Meu vizinho conseguiu ter um filho depois de dois anos de tentativas'. Cada pessoa vive o seu processo e a forma de lidar com ele é diferente para cada casal. Além disso, pode levá-los a pensar que todos podem realizar o sonho de ser pais exceto eles e que, por sua vez, aumenta o sentimento de desamparo e baixa autoestima.

4. Evite a questão da adoção ou outras alternativas possíveis
Apesar de ser uma possível solução para um problema de infertilidade, encorajá-los a adotar pode causar um sentimento de desesperança. Além disso, eles podem não ter levantado ainda, pode ser um assunto desconfortável para eles ou pode haver alguns impedimentos pessoais.

5. Não use a desculpa de já ter um filho como consolo
Apesar de já ter atingido a paternidade com o primeiro filho, o fato de sofrer infertilidade é igualmente doloroso. Por outro lado, pode ser motivo suficiente para que se sintam ainda mais culpados com a situação, por acreditar que o primogênito não é suficiente para eles.

6. Não os convença de que sem filhos você vive melhor
Quando as pessoas tomam a decisão de ser pais, significa que já pesaram as vantagens e desvantagens de ter filhos e estão cientes de tudo o que isso acarreta. Por isso, comentários do tipo 'Sem filhos é melhor', não são algo que os ajude. Além disso, é possível que, desta forma, também estejam sendo insinuados que estão fazendo um grande esforço em vão.

7. Não insinuando que 'aconteceu porque o momento não é certo'
Se o casal decide ter filhos nessa altura, é porque consideram que é o melhor para eles. O fato de não poder controlar diretamente quando ter filhos pode produzir um estado de incerteza e descontrole da situação, o que por sua vez gera estresse constante no casal.

Colocar-se no lugar das pessoas que sofrem e tentar incentivá-las é algo difícil. É muito importante que saibam que seu ambiente realmente se preocupa com a situação pela qual estão passando. O mais importante é perguntar como eles se sentem e ouvi-los ativamente, sem julgá-los.

Além disso, é fundamental que saibam que a família e os amigos estão à disposição para tudo o que precisam, principalmente se quiserem conversar ou compartilhar seus sentimentos. Certamente, os afetados pensam que são enfadonhos e opressores porque sempre falam sobre o mesmo assunto ou porque seu humor desmotiva os outros.

Eles devem ser informados de que este não é o caso e que todos ao seu redor estão dispostos a dedicar tempo a eles sempre que necessário. Nesse sentido, algumas dicas que podem ser dadas ao casal infértil são:

- Não se isole e continue levando uma vida normal, mas evitando ao mesmo tempo se expor a situações que causem dor ou que reflitam continuamente essa falta, como evitar passar a tarde em um parquinho com os filhos dos amigos.

- Fale com pessoas que passaram pelas mesmas coisas que elesIsso os ajudará a se sentirem compreendidos por alguém que já passou por essa situação. Em geral, compartilhar percepções e sentimentos com essas pessoas é muito mais reconfortante para aqueles que sofrem.

Texto: Dra. Rosa Flores, DUE e Psicóloga da Clínica Ginefiv

Você pode ler mais artigos semelhantes a O que não dizer a um casal com problemas de fertilidade, na categoria de problemas de fertilidade no local.


Vídeo: QUEM É QUEM? DESAFIO DOS GÊMEOS (Novembro 2021).