Sejam mães e pais

6 coisas que os pais devem desaprender sobre si mesmos e seus filhos


Desde a primeira vez que o ouvi, é um assunto que me chamou a atenção. As novas correntes educacionais argumentam que para ter um bom aprendizado devemos desaprender. Bem, estou convencido de que este princípio também pode ser aplicado à educação das famílias, e talvez eu tenha encontrado uma forma aqui que gostaria de compartilhar com vocês. Estes são os 6 coisas que acho que os pais deveriam desaprender e reaprender.

Desaprender significa duvidar de tudo o que fizemos anteriormente. Em outras palavras, significa ter uma atitude crítica em relação a tudo o que construímos com nossos filhos, do ponto de vista educacional. Só o fato de ter essa atitude nos predispõe a ter novos aprendizados.

Mas o que são todas essas coisas que os pais deveriam desaprender? Vamos ver alguns dos que considero principais.

1. Desaprender o fato de educar sem estar atento ao processo
Não devemos duvidar de tudo, mas devemos duvidar das coisas ou dos aspectos educacionais que fazemos no piloto automático sem questionar nada. Muitas vezes são padrões de respostas ou comportamentos herdados de outra época ou de outras pessoas, mas que não correspondem no tempo ou na forma com a realidade da nossa vida, ou dos nossos filhos. Duvide e questione-se.

2. Desaprender as crenças que nos são dadas e refletir sobre aquelas nas quais queremos basear a educação dos filhos
A segunda é que muitas vezes em nossa vida aprendemos muitas coisas de forma imponente, ou seja, como nossos avós já fizeram e nossos pais fizeram conosco. Devemos desaprender a fazer como 'nos foi imposto' e nos perguntar: devo fazer com meus filhos? Isso está certo ou errado?

Essas são as crenças famosas que os pais têm quando se trata de educar e, na maioria dos casos, são essas crenças que nos tornam muito limitados em nossa capacidade de educar bem nossos filhos.

3. Desaprenda o tipo de pais que somos e nos restabeleça como os melhores pais
A terceira é que poder reaprender é poder aprender de novo, nunca é tarde para aprender a melhorar, para querer ser um pai ou uma mãe melhor. Em última análise, o que está em jogo é a educação de nossos filhos. Aprenda e aplique.

4. Desaprenda nosso conceito de infância e adapte-o aos tempos atuais
A quarta, desaprender a reaprender é se posicionar no lugar do agora, com os filhos do agora, com os adolescentes do agora, com o momento que vivem agora, ou seja, ser mais empático.

Conhecer os adolescentes e crianças de hoje evitará que caiamos no erro de pensar que nossa geração era melhor, ou que os filhos de antes tinham mais valores. Esse é um mantra que se repete geração após geração, e não é verdade. Não porque é repetido muitas vezes é verdade. Quem se defende ou se posiciona desse ponto de vista carece de uma visão atual da realidade. Adaptar-se aos novos tempos é criar, gerar novas oportunidades de acompanhar nossos filhos.

5. Desaprenda nossa atitude e retire-a do compromisso e esforço
Desaprender e reaprender nos dá duas atitudes gerais que consideramos positivas para nossos filhos incorporarem como são: compromisso e esforço. Compromisso porque você tem que se comprometer consigo mesmo e com a situação em mudança; e esforço, porque você deve fazer um esforço para desaprender a fim de aprender novamente. É por isso que são dois valores que vão determinar o seu sucesso.

5. Desaprenda a ter medo de continuar aprendendo
A última é saber que continuar a desaprender e aprender nos coloca em vantagem sobre a educação de nossos filhos. A realidade é que nada é para sempre, então o que aprendemos hoje com nossos filhos pode ser bom para nós agora; entretanto, talvez amanhã devamos desaprender a aprender coisas novas com nossos netos.

E é que na adaptação está a melhoria.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 6 coisas que os pais devem desaprender sobre si mesmos e seus filhos, na categoria Ser mães e pais no local.


Vídeo: COMO SE PREPARAR PARA UMA TRANSIÇÃO DE VIDA PESSOAL EOU PROFISSIONAL (Novembro 2021).