Cuidado - beleza

Dicas e exercícios de ioga para uma gravidez segura


A prática de ioga pré-natal durante a gravidez pode ser um grande recurso para manter a saúde e o bem-estar neste momento maravilhoso da vida de uma mulher. As mudanças no corpo da mulher, seu ganho de peso, hormônios (têm efeitos nos músculos e em todos os tecidos) e na parte emocional nos fazem ter que adaptar e modificar alguns conceitos da prática de ioga, principalmente se nunca o fizemos ioga antes. Aqui estão algumas diretrizes de ioga para uma gravidez segura.

Cada movimento, cada posição e cada indicação durante uma aula de ioga é pensada especificamente para a gravidez, mas você também deve levar em consideração algumas recomendações para desfrutar dessa disciplina de forma segura e respeitosa para você e seu bebê. Se você tiver dúvidas, aqui estão algumas recomendações que serão muito úteis!

Na prática da ioga, você geralmente não ingere comida ou água, mas na ioga pré-natal, sim. A hidratação é vital e convidar as mulheres da aula a comerem se sentirem vontade de forma racional e razoável, se houver lanche, não tem problema. Suas necessidades podem ser atendidas com um pouco de água, nozes ou frutas.

É um processo que pode ser voluntário ou involuntário. Acontece sem nenhum esforço ou podemos controlá-lo conscientemente por meio de nossa vontade. No caso da ioga pré-natal, enfatizamos que cada movimento surge da respiração de forma fluida e coordenada. Uma fusão que surge espontaneamente e que ajudará a futura mãe na hora do parto.

A respiração adequada é vital durante a gravidez e ajuda a manter uma boa oxigenação do nosso organismo e, acima de tudo, que a nossa mente esteja presente no que fazemos, no que fazemos e no que sentimos.

Na ioga, existem muitas técnicas que estimulam o corpo ou relaxam, mas na ioga pré-natal convidamos as mulheres a expirarem pela boca com longos suspiros. É uma forma de alongar a respiração sem ter que pensar e é uma forma bastante libertadora de relaxar as tensões e o diafragma, um músculo que se comprime à medida que a gravidez avança.

Durante a gravidez, uma mulher que frequenta as aulas de ioga pré-natal pode fazer o trabalho abdominal, mas com cuidado e nuances. A gestante deve manter a região da barriga fluida e livre, pelo simples fato de ser a bolha onde está o bebê. Uma barriga dura, rígida e tensa pode indicar respiração forçada.

Portanto, uma boa execução é fundamental para manter o tônus ​​muscular e a elasticidade ao longo da gestação, trazendo a consciência daquele local com exercícios suaves e sempre praticando os exercícios sob a supervisão de um profissional.

Obviamente, a grávida não pode deitar de bruços. É a primeira e mais importante das recomendações. Tudo posturas que pressionam de uma forma ou de outra na barriga não devem ser praticadas em nenhuma circunstância por uma mulher grávida, qualquer que seja o período de gestação.

As posturas de ioga pré-natal são projetadas especificamente, portanto, em cada fase da gravidez vamos adaptar cada postura às possibilidades e limitações de cada mulher, especialmente se a ioga nunca foi praticada antes.

Cadeiras, cobertores, almofadas, bolas, parede ou almofada são uma ajuda inestimável para tornar a prática muito mais segura, respeitosa e libertadora.

Se quisermos praticar ioga pré-natal, é importante levar em consideração essas dicas e frequentar uma aula de ioga específica para gestantes para ganhar confiança e segurança e que sua gravidez acabe sendo uma experiência positiva e enriquecedora.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Dicas e exercícios de ioga para uma gravidez segura, na categoria Cuidado - beleza no local.


Vídeo: Yoga Para Intermediários: RESISTÊNCIA e FORÇA Para o CORPO TODO. Fernanda Yoga (Novembro 2021).