Meio Ambiente

Por que a educação ambiental é tão indispensável para as crianças


Qual é a educação ambiental? Quais são as chaves para integrá-lo na vida das crianças em casa e nas escolas? Conversamos com a professora de educação infantil Conxi Arlandis, que participa do movimento ambiental Professores do Futuro, para nos ajudar a entender e a conscientizar sobre a grande importância que Educação ambiental deve absorver o aprendizado de nossos filhos.

Quando falamos em educação ambiental, queremos dizer um processo abrangente que vai além de apenas oferecer às crianças novas informações e conhecimentos. Ele tenta fornecer um espaço para refletir sobre hábitos que temos e a forma como afetam o ambiente que nos rodeia.

Devemos estar cientes de que algumas de nossas ações diárias podem ter um impacto muito negativo no planeta, portanto, trata-se de transformá-las em ações mais positivas que beneficiem o nosso meio ambiente.

Além disso, busca promover nas crianças o senso de responsabilidade no cuidado com o meio ambiente que as cerca. Desta forma, graças ao fato de que os mais pequenos começam a ser mais sensível às questões ambientais atual, podemos pedir ação. Espera-se que eles se envolvam na luta contra as mudanças climáticas.

A educação é geralmente baseada em 5 bases sobre as quais falaremos a seguir:

1. A educação ambiental deve durar a vida toda
Crianças de 3 anos podem não ser capazes de definir o significado exato de 'educação ambiental'. No entanto, eles sabem que não devemos deixar a torneira aberta enquanto escovamos os dentes ou que não podemos esquecer de desligar a luz ao sair de casa.

A educação ambiental começa nos primeiros anos e deve continuar na vida adulta. Esta é a única maneira de todos os adultos se envolverem no cuidado muito necessário com o meio ambiente.

Para que seja eficaz, deve ser adaptado ao momento evolutivo e de conhecimento da criança. Desta forma, quando as crianças são mais novas, devemos ensinar-lhes o grande valor da vida de todos os seres vivos da natureza. À medida que crescem, podemos envolvê-los mais nas características das paisagens, na forma como se alteram ao longo do ano, na energia que os elementos naturais como a água ou o sol nos podem dar ...

2. Não é um assunto específico, mas uma competência transversal
Deve haver uma disciplina no currículo escolar que ensine as crianças a cuidar do planeta? Pelo contrário, trata-se de estender os objetivos da educação ambiental a todas as disciplinas, de forma transversal. E é que de qualquer assunto podemos aproveitar para sensibilizar e sensibilizar os mais pequenos.

Por exemplo, na Educação Física podemos organizar um dia de caminhada pelo campo, na Língua podemos pedir-lhes que escrevam as suas observações sobre determinados elementos e nas Ciências Naturais as diferentes espécies de plantas que encontram.

3. Devemos dar às crianças ferramentas para se envolverem
A educação ambiental busca capacitar as crianças e conscientizá-las da necessidade de mudança de hábitos. Isso significa dar a eles as ferramentas para que eles próprios tenham a capacidade de responder às necessidades atuais e se envolver em diferentes ações.

4. Coloque as crianças em contato com a natureza
Se não dermos às crianças a oportunidade de conhecer o natural, não podemos esperar que elas queiram se envolver nisso. Portanto, é importante que organizemos passeios a diferentes ambientes naturais que aproximem as crianças da natureza. Dessa forma, aprenderão a valorizar sua importância para o nosso bem-estar e saúde.

5. Incentive as crianças a serem ativas e envolvidas
A partir da educação ambiental devemos oferecer oportunidades para que as crianças se envolvam no cuidado com o meio ambiente, mas também na resolução de todos os problemas climáticos atuais.

E como podemos integrar a educação ambiental ao dia a dia de nossos alunos e crianças? Aqui estão algumas ideias que podem ser implementadas

- Organize uma horta escolar
Graças ao jardim urbano, podemos aproximar a natureza das crianças que vivem nas cidades. Além das habilidades manuais com as quais podemos trabalhar, os mais pequenos aprendem em primeira mão como as plantas crescem, que mudanças ocorrem com o passar das estações ...

- Transmita bons hábitos desde a infância
Separe o lixo de acordo com o recipiente necessário para reciclá-lo, trocar os banheiros por chuveiros, separar os plásticos descartáveis ​​... Se a criança normalizar esses costumes desde cedo, ela os repetirá para o resto da vida.

- Coloque um exemplo
Para criar consciência nas crianças, nós, adultos, devemos ser os primeiros a ter consciência. Só assim nosso comportamento e nossa atitude de ativismo podem inspirar as crianças a mudar seus hábitos poluentes.

No caso do ambiente escolar, é necessário buscar envolver toda a comunidade educativa: tanto a direção do centro como os professores e pais.

- Realizar eco-auditorias do nosso dia a dia
Você sabe o que são eco-auditorias? Trata-se de parar por um momento para refletir e analisar nossos hábitos e comportamentos para descobrir se eles têm um impacto positivo ou negativo em nosso meio ambiente. A partir das informações obtidas, podemos melhorar nosso dia a dia.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Por que a educação ambiental é tão indispensável para as crianças, na categoria de Meio Ambiente no Local.


Vídeo: Projeto de Educação Ambiental Dedinho Verde na Sabor de Fazenda (Julho 2021).