Valores

Como você pode se comunicar com seu bebê


A comunicação entre pais e filhos começa com um simples abraço, com uma palavra doce da boca da mãe, ou um olhar recíproco. No último trimestre da gravidez, o bebê já é capaz de ouvir nossa voz e responder com nervosismo ou calma aos estímulos externos: ruído, música, voz, luz ou movimento.

A linguagem verbal é a última e mais complexa das conquistas comunicativas Quantas vezes daríamos algo porque nosso filho poderia nos contar a causa de seu choro?

As primeiras tentativas de nosso filho de se comunicar são chorar, balbuciar e sorrir. O objetivo final que almejamos é a linguagem verbal, pois com ela se inicia uma fase muito importante na adaptação social e no aprendizado de nosso filho. Portanto, os pais devem ser os primeiros a tentar estimular a linguagem do bebê. Para facilitar sua tarefa, propomos algumas orientações retiradas de artigo da fonoaudióloga Juana Lorente:

- Melhorar a imitação: Inicialmente, os bebês imitam os gestos, movimentos ou sons dos pais, por isso devemos aproveitar essa inclinação natural, incitando a movimentação dos órgãos envolvidos na fonação: lábios, língua, abertura oral, liberação de ar. Os recursos podem ser utilizados como: fazer focinhos, dar beijos, soprar com canudinhos ou brinquedos, brincar para fazer caretas (risada, susto, choro, surpresa ...)

- Dirija-se à criança usando palavras curtas (1 ou 2 sílabas) como: 'pega, dá, vem ...', repita com clareza e exagerando na entonação. Aumente o vocabulário progressivamente

- Posteriormente, use frases curtas e simples, associado a ações frequentes: 'a mãe dá banho em Maria', 'Maria bebe leite'.

- Já a partir dos dois anos, as crianças podem ser estimulado a falar através da aprendizagem e ouvir músicas, versos, histórias, enigmas, etc. que melhoram sua linguagem e memória.

- Estimular a expressão espontânea da linguagem aproveitando qualquer circunstância do cotidiano: ir ao parque, à casa da avó, às compras etc .; fazer perguntas fechadas respondidas com sim ou não; dar-lhe a oportunidade de falar, respeitando seu ritmo e recompensando suas conquistas com elogios; encoraje-o a pedir coisas verbalmente, não gestualmente.

- Por fim, buscar o encontro com outras crianças e realizar atividades ou esportes que visem o aprimoramento de suas habilidades psicomotoras (orientação, equilíbrio, precisão motora) como massa de modelar, desenho, brincar com areia, etc.

Patro Gabaldon.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Como você pode se comunicar com seu bebê, na categoria Link - anexo no local.


Vídeo: Língua de Sinais para Bebês: Como se comunicar melhor com seu filho. Gabi Marins (Agosto 2021).