Valores

10 coisas que você não sabia sobre os dentes das crianças


Muitos mitos, crenças ou tradições errôneas circulam sobre os dentes das crianças que deveriam ser desmontados. E é que há quem acredite que os dentes de leite não podem ter cáries, que o aparelho deve ser colocado antes que todos os dentes caiam, que a dentição causa febre ou que a área da fralda do bebê fica irritada durante a saída dos dentes. Todos eles mitos errados.

No Guiainfantil.com Vamos esclarecer os pontos mais importantes relacionados ao surgimento e perda dos dentes das crianças e, em geral, com sua saúde bucal para banir todas as falsidades sobre os dentes das crianças.

1- A saída dos dentes não causa febre ou irritação na região da fralda. Também não causa diarréia, infecções ou resfriados. Os sintomas que indicam que o bebê está começando a fervilhar são irritabilidade, salivação, gengivas sensíveis, mordidas compulsivas de objetos para aliviar o desconforto.

2- Pode aliviar o desconforto da saída dos dentes. É conveniente para a criança morder um objeto frio, porém, nos casos em que a criança reclama excessivamente, o pediatra pode recomendar analgésico para amenizar o desconforto.

3- Os dentes de leite podem ter cáries, isso é chamado de cárie dentária. Algumas crenças sugeriam que as cáries só existiam nos dentes permanentes, mas podem vir com os primeiros dentes e, de fato, podem afetar o dente que nascerá mais tarde se não for tratado corretamente.

4- Root também pode ser feito nos dentes de leite. Se a cárie no dente é grande e afetou o tecido dentário, não basta apenas fazer uma obturação e será necessário fazer um tratamento de canal ou pulpotomia ou pulpectomia dependendo da necessidade de corte ou extração da polpa.

5- Para o bebê também é necessário limpar os dentes. É um erro esperar que os últimos dentes apareçam para iniciar a higiene dental. Desde as primeiras etapas devemos limpar a boca ou os dentes do bebê com um pano umedecido em água. A partir dos 2 anos podemos ajudá-lo com uma escova de dentes, primeiro apenas com água e depois com uma pitada de pasta de dentes para crianças.

6- Tem que esperar para colocar os braquetes até que todos os dentes saiam. Os ortopedistas recomendam que todos os dentes saiam antes da colocação de um ortodôntico fixo, para que não seja dada uma determinada idade, depende do desenvolvimento de cada criança.

7- Cáries nem sempre doem Por esse motivo, é importante levar a criança a exames periódicos com o odontopediatra para acompanhamento de sua saúde bucal. Em qualquer caso, um sinal é o aparecimento de uma mudança de cor no dente que se torna opaca e geralmente aparece uma borda amarela ou marrom. O esmalte também pode quebrar.

8- Nem sempre tem todos os dentes definitivos. A dentição decídua ou láctea é composta por 20 peças e a definitiva é composta por 32 peças. No entanto, nem todo mundo perde os dentes de leite. Se a criança não terminar de cair o dente de leite, pode não haver uma substituição e o dente de leite ficará onde está.

9. Alguns bebês podem nascer com dentes. Eles geralmente crescem na parte inferior da gengiva e, embora não haja uma causa definida, acredita-se que possam estar relacionados à herança genética.

10- Se a criança quebrar um dente ao cairSeja leite ou definitivo temos que ir ao dentista o mais rápido possível para avaliar sua reconstrução. Se a goma for queimada, devemos coletar o dente, se for definitivo, e ir ao pronto-socorro para possível reimplante.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 10 coisas que você não sabia sobre os dentes das crianças, na categoria Assistência Odontológica Presencial.