Valores

Doenças que os ovários podem desenvolver

Doenças que os ovários podem desenvolver


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Na questão da saúde, ter sempre a parte ginecológica sob controle é muito importante para a mulher. Conheça os problemas que podem surgir com o aparelho reprodutor Pode fazer com que nos cuidemos melhor para não desenvolver doenças que tenham a ver com as zonas femininas.

A vagina, útero, ovários ou trompas de Falópio São muito delicados e é sempre necessário fazer check-ups com ginecologista para evitar problemas de saúde. Mas de uma forma mais concreta, o que doenças pode ter o ovários?

1. Cistos ovarianos:Os ovários podem ter cistos, assim como em outras partes do corpo. Um cisto é uma espécie de saco que ocorre dentro do ovário e é cheio de líquido, algo que pode acontecer durante a ovulação. Quando o folículo - parte protetora - que libera o óvulo dentro do ovário não se desprende ou se abre e deixa fluido nessa área, pode ser produzir um cisto. Além disso, geralmente afeta mulheres que ainda não passaram pela menopausa, pois só ocorre durante a ovulação em idade reprodutiva.

Esses cistos ovarianos são geralmente observados com inchaço abdominal e dor pélvica tanto no momento da menstruação como durante a relação sexual, mas desaparecem com a regra quando a camada protetora não foi aberta. Também pode acontecer detectar quando você está sem menstruação. Eles podem desaparecer por conta própria quando ainda há sangue dentro do folículo que conseguiu se abrir, mas pode desaparecer em cerca de oito semanas.

2. Síndrome dos ovários policísticos: Esta doença ginecológica é uma das mais comuns em mulheres em idade reprodutiva, e é aquela que ocorre quando o ovário não consegue liberar óvulos maduros noprocesso de ovulação da mulher. Dentro do ciclo menstrual, óvulos são liberados dos ovários em seu pico, mas quando os ovários policísticos estão presentes, o processo não pode ser realizado. Isso ocorre devido a problemas com níveis de hormônio, quando hormônios como estrogênios ou progesterona são alterados por causas físicas e não liberam óvulos naturalmente.

Isso pode ocorrer em mulheres com problemas de diabetes, comhipertensão ou que tiveram ganho de peso excessivo. Os sintomas são claros, pois o amenorréia -ausência de menstruação-, é a primeira delas, bem como períodos muito abundantes ou irregulares apenas no caso contrário. Algumas mulheres com ovários policísticos têm problemas de concepção e também sofrem de doenças estéticas, como acne. Certos anticoncepcionais podem ajudar a regular o ovário ou emagrecer, embora cada condição médica dependa da paciente de uma maneira específica.

3. Cancro do ovário:É uma das doenças mais perigosas que afetam o sistema reprodutor feminino junto com o câncer uterino. É uma doença que geralmente afeta mulheres que não estão mais em idade reprodutiva e seus sintomas são muito claros: dor e inchaço da parte abdominal, dificuldade para comer e sensação imediata de plenitude e frequência exagerada de vontade de urinar.

Isso pode ser dado por um aumento de um dos ovários, algo que pode ser confirmado por ultrassom transvaginal ou Exames de sangue. Especialistas em câncer e organizações recomendam consultas médicas para controlar esses sintomas para que possam ser tratados na primeira fase da doença.

4. Insuficiência ovariana precoce:A insuficiência ovariana prematura é aquela que ocorre quando os ovários começam a falhar antes que a mulher faça quarenta anos. Isso significa que níveis de estrogênio Necessárias para o ovário liberar um óvulo e chegar a menstruação não são suficientes, por isso ocorre a ausência de menstruação, que se chama amenorréia.

Os sintomas são semelhantes aos da menopausa, com insolação repentina, sudorese ou alterações de humor sendo alguns dos mais comuns. Alguns dos riscos são a infertilidade nessa idade, já que a ausência de um longo período pode impedir a concepção. O tratamento medicamentoso com estrogênios é o mais utilizado, para estimular novamente os ovários, embora dependa de cada caso clínico.

5. Endometriose: A endometriose ocorre quando as células que revestem o útero se desenvolvem fora dele, afetando áreas como os ovários. Isso faz com que as menstruações sejam muito dolorosas e o sangramento muito forte. A longo prazo, a mulher pode sofrer anemia, além de suportar ciclos menstruais muito dolorosos. Uma vez diagnosticado, o tratamento pode levar à cirurgia, que geralmente é feita por laparoscopia.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Doenças que os ovários podem desenvolver, na categoria Saúde no local.


Vídeo: SÍNDROME DOS OVÁRIOS POLICÍSTICOS QUEM TEM PODE ENGRAVIDAR? (Novembro 2022).